LINKS RECENTES
Loading...

PALCO DE BATALHA ENTRE DAVI E GOLIAS É ENCONTRADO EM ISRAEL

Cliques
NOTÍCIAS DO BLOG

Em 2006, uma dupla de pesquisadores resolveu iniciar um trabalho minucioso para provar que insinuações de que a existência de Davi e Salomão não passava de lenda estava equivocada, e dez anos depois encontraram vestígios de uma cidade que teria sido o palco da luta do jovem pastor de ovelhas contra o gigante Golias.

O trabalho, conduzido pelo professor Yosef Garfinkel, docente da Hebrew University, e o arqueólogo Saar Ganor, pesquisador da Autoridade de Antiguidades de Israel, está exposto em Jerusalém, mostrando as descobertas nas ruínas de uma cidade no vale de Elá, no centro de Israel.

As escavações trouxeram à tona muito do que a Bíblia narra sobre o período em que Davi ainda não era rei. O sítio arqueológico de Khirbet Qeiyafa, conhecido como Fortaleza Elá, é considerado pelos pesquisadores o mais forte indício da existência da cidade de Saaraim mencionada no Velho Testamento.

Para Garfinkel, sua descoberta é o local da batalha entre Davi e Golias. “A arqueologia não conseguiu encontrar um homem e tampouco os remanescentes ligados ao próprio rei Davi. Mas encontramos evidências arqueológicas do processo social da urbanização na Judéia”, explicou o professor, de acordo com o Times of Israel.

As evidências a que se refere o professor se encaixam com o que é descrito na Bíblia, segundo o professor: “A cronologia se encaixa perfeitamente com a narrativa bíblica. Os testes de carbono feitos em caroços de azeitona encontrados em Khirbet Qeiyafa mostram que a cidade foi construída no final do século 11 a. C.”, contextualizou.

Garfinkel e Ganor se surpreenderam quando começaram as escavações em Khirbet Qeiyafa, há dez anos, ao encontrarem diversos blocos de granito que haviam sido usados em partes de um muro que cerca o local e possuía duas grandes cavidades. Posteriormente, descobriram que o que eles tinham encontrado eram os muros fortificados de uma cidade, o que correspondia com a descrição de I Crônicas 4 de Saaraim cidade com nome que, em hebraico, significa “duas portas”. Os pesquisadores encontraram evidências de que os buracos no muro construído ficavam no mesmo lugar onde deveriam haver duas portas. Isso era uma raridade em cidades pequenas.

Ainda de acordo com os dados revelados pelos pesquisadores, é possível conferir que a descrição bíblica da localização de Saaraim se encaixa com a descoberta. Em Samuel 17:2, o texto diz que o exército de Israel e de Judá lutaram com os filisteus e seus cadáveres “ficaram espalhados ao longo da estrada de Saaraim até Gate e Ecrom”. A cidade também é mencionada em Josué 15, e descrita como vizinha de Socó e Azeca, dois sítios arqueológicos conhecidos e relativamente próximos de Khirbet Qeiyafa.

A pesquisa está exposta no Museu das Terras Bíblicas desde o último dia 05 de setembro, apresentando objetos encontrados na escavação, como peças de cerâmica, um modelo em argila de um santuário, e enormes pedras usadas no muro que cercava a cidade.

(G+)

0 comentários: