LINKS RECENTES
Loading...

PRÓFUGO (NÃO É JONAS!)

ETERNO INCONFORMADO


Confesso: o semestre foi pesado. Me vi inebriado nesta parafernália chamada mundo. Do senso crítico apurado às análises silenciosas, transitei de qualidades a defeitos. Já fui mais feliz enquanto sentia aquele amor inócuo que devastou tudo em formas de versos fora do lugar. Essas coisas da vida adulta que chegam sem pedir licença... onde quem se achava o máximo se vê o mínimo... reticente como um diamante negro encontrando seu lugar no lar dos estapafúrdios escalafobéticos.



0 comentários: